quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Paradas de ônibus ganharão placas indicativas das linhas em Porto Alegre

29/10/2014 - Zero Hora - Porto Alegre

Mais de dois anos depois de um coletivo de publicitários ter dado a ideia e adesivado paradas de ônibus com os nomes das linhas que passam por elas, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) dará início à instalação de placas com o mesmo objetivo em Porto Alegre. A partir de quinta-feira, a Capital começa a receber a sinalização que tornará mais fácil a vida dos usuários do transporte público.


As primeiras placas serão colocadas às 11h na Avenida Cristóvão Colombo, próximo à Avenida Benjamin Constant. Para avançar pela cidade, o processo será longo, já que há mais de 5,6 mil pontos de parada. A prioridade será dada a vias como a própria Cristóvão Colombo, Plínio Brasil Milano, 24 de Outubro e Erico Verissimo. Depois, o projeto seguirá pelos bairros.

Três tipos diferentes de placas serão instalados. Paradas comuns contarão com duas alternativas de modelos, uma de 40cm por 60cm e outra de 60cm por 80cm, com os nomes das linhas. Já as chamadas paradas seguras contarão com um material de dimensões de 90cm por 110cm. Além dos nomes das linhas, as placas das paradas seguras contarão com o itinerário e o primeiro e o último horário dos ônibus.

Shoot the Shit celebra a concretização da ideia

Contatado via Facebook, Gabriel Gomes, um dos integrantes do coletivo Shoot the Shit, comemorou aconcretização da ideia: "iraaaaaado" , escreveu. Gomes e os também publicitários Giovani Groff e Luciano Braga haviam percebido a dificuldade dos usuários de ônibus ao chegarem a paradas da Capital e não saberem que linhas passavam pelos locais. O projeto de adesivar as paradas se chamou "Que ônibus passa aqui?", a pergunta costumeira de quem quer pegar um coletivo e não encontra informação alguma no ponto.

Braga também comemorou a notícia. "Que massa", disse ele, ao receber o telefonema de Zero Hora para informar sobre a decisão da EPTC.

— Fico feliz em ver que estão tomando uma atitude, achei até que iriam demorar mais — comentou.

O publicitário lembra que no final de 2012 as reuniões com a EPTC deixaram de ocorrer. Segundo Braga, o órgão de trânsito parou de responder aos e-mails depois de definir que os adesivos seriam muito vulneráveis ao vandalismo. Em orçamento feito pelo Shoot the Shit, cada adesivo custaria cerca de R$ 1, o que possibilitaria colá-los em todas as paradas de Porto Alegre por menos de R$ 6 mil.

Recentemente, o "Que ônibus passa aqui?" ganhou um concurso do Social Good Brasil e é finalista em outro, do jornal britânico The Guardian, informou Gomes.

EPTC diz que licitação não vai alterar informações

O diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, saudou a iniciativa dos publicitários. Em reuniões com o Shoot the Shit, até questões técnicas foram definidas.

— A partir daquela experiência, que foi muito positiva, uma equipe começou a buscar uma sinalização que fosse mais duradoura, mais difícil de ser vandalizada — afirmou Cappellari.O diretor-presidente garante que a sinalização não sofrerá mudanças com a licitação dos ônibus ou a operação do BRT (bus rapid transit). Alterações em linhas e itinerários estão previstas para os extremos da rede de transporte. Quanto ao custo para instalar todas as placas, Cappellari deverá se reunir nesta terça-feira com o prefeito José Fortunati para prever valores para 2015. Uma vantagem é que o material utilizado será o mesmo das placas de trânsito já existentes na cidade, facilitando a instalação e substituição, quando necessário, da nova sinalização com as informações das linhas de ônibus que passam nas paradas da Capital.

Nenhum comentário:

Postar um comentário