sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Trensurb recebe ministro das cidades e prefeitos para anúncio de projetos de mobilidade

19/09/2014 - Trensurb

O ministro das Cidades, Gilberto Occhi, esteve na sede da Trensurb, em Porto Alegre, nesta quinta-feira (18), para detalhar as seleções para obras de mobilidade para os prefeitos de Santa Maria, Cezar Schirmer, e Porto Alegre, José Fortunati. A reunião aconteceu na sala da Presidência da empresa. O resultado da seleção de obras de mobilidade urbana foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, por meio das portarias 566 e 567.   
  
Em Santa Maria, as obras do Corredor de Ônibus Troncal Leste-Oeste e melhoras na gestão do sistema de transporte totalizam R$ 218,55 milhões do Orçamento Geral da União (OGU). Para o município de Porto Alegre, foi destinado R$ 1,5 milhão do Orçamento Geral da União (OGU) para estudos e projetos de viabilidade – Perimetral Metropolitana (R$ 1 milhão) e duplicação da Avenida Castelo Branco/ Entrada de Porto Alegre (R$ 500mil). Os empreendimentos fazem parte do Pacto da Mobilidade Urbana, lançado pelo Governo Federal em junho de 2013, que destinou R$ 50 bilhões para o setor de mobilidade. "Estamos trabalhando para viabilizar investimentos em mobilidade urbana em todo o Brasil e, especialmente no caso de hoje, no Rio Grande do Sul", afirmou o ministro Occhi.

Estiveram também presentes no anúncio dos investimentos do ministério das Cidades, o secretário de Planejamento, Gestão e Participação Cidadã do Governo do Estado, João Mota; o secretário municipal de Gestão da Capital, Urbano Schmitt; o secretário municipal dos Transportes e presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação, Vanderlei Capellari, entre outras autoridades.

Vistoria nos novos trens da Trensurb

Gilberto Occhi aproveitou a vinda ao Rio Grande do Sul para conhecer os novos trens em processo de aquisição pela Trensurb e o Centro de Controle Operacional do metrô, que passa por uma modernização como parte das obras de expansão a Novo Hamburgo. Sobre os novos trens, afirmou que "na hora em que entramos, já sentimos uma diferença significativa em termos de qualidade, conforto e tecnologia". O ministro acredita que o impacto da aquisição dos veículos tanto para os usuários como para a própria empresa será muito positivo.

O ministro participou, também, do Fórum de Gestores da empresa, quando saudou os presentes e os empregados em geral da empresa. Disse, durante o encontro que ficou com uma excelente impressão da Trensurb. "Parabéns pelo trabalho que vocês estão realizando", congratulou. Falou ainda da importância da Trensurb dentro do eixo de mobilidade urbana do Ministério, o que, segundo ele, fica evidente pelo próprio volume de investimentos da pasta na empresa.

Occhi lembrou que o Rio Grande do Sul tem recebido investimentos importantes do governo federal e que, recentemente, só de recursos do Ministério das Cidades encaminhados para projetos no estado, foram mais de R$ 40 bilhões. "Temos procurado sempre formas de melhorar cada vez mais nossos resultados", afirmou, referindo-se tanto à questão econômico-financeira quanto à operacional. Segundo ele os objetivos de gestores e empregados devem ser guiados pelo seguinte pensamento: "Temos que fazer dessa empresa importante para a população brasileira". Dito isso, o ministro afirmou que, com base no que viu nesta sua visita à Trensurb e a vistoria anterior, acredita que a empresa está desempenhando um bom papel. "Ficamos alegres e orgulhos pelo que está sendo construído", disse. Occhi relatou ainda que após a vistoria feita pela presidenta Dilma Rousseff, ela própria demonstrou estar satisfeita com o trabalho da empresa.


O diretor-presidente Humberto Kasper, por sua vez, afirmou, que era uma grande honra receber o ministro e o ato de anúncio das obras de mobilidade selecionadas no estado. Lembrou investimentos recentes do Ministério e do governo federal na Trensurb e celebrou a "parceria fundamental do Ministério das Cidades e de sua equipe" na execução dos projetos da Trensurb, "nesses quase 30 anos de empresa, nunca havíamos tido tantos investimentos como agora, por exemplo, na compra dos 15 novos trens foram mais de 200 milhões, além da obra de expansão a Novo Hamburgo [R$ 953 milhões] e a implantação do aeromóvel [R$ 37,8 milhões]".

Durante a visita, acompanharam o ministro Occhi, o Secretário Nacional de Mobilidade Urbana, Raphael Rezende Neto; a secretária Nacional de Habitação, Inês da Silva Magalhães, o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Ruben Danilo Pickrodt, o presidente do Conselho Fiscal da Trensurb, Joaquim Alfredo da Cruz Filho e a conselheira Mônica de Oliveira Casartelli; além dos diretores de Operação, Carlos Belolli, de Administração e Finanças, Leonardo Hoff, os superintendentes de Desenvolvimento e Expansão, Ernani Fagundes, e de Desenvolvimento Comercial, Aldir Seifried.