segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Corredor de ônibus da Zona Sul começa a funcionar dia 11

04/11/2013 - EPTC

Foto: Divulgação/PMPA

Com 4,5 quilômetros, faixa prioritária fica entre a Costa Lima e a Eduardo Prado
A partir do dia 11, segunda-feira, começa a operação no novo corredor de ônibus da Zona Sul da Capital. A faixa prioritária, que fica no eixo das avenidas Cavalhada, Nonoai e Teresópolis, terá 4,5 quilômetros de extensão, entre a rua Costa Lima e a avenida Eduardo Prado. O horário de operação será das 6h às 9h e das 16h às 20h, de segunda a sexta-feira, nos dois sentidos da via. Além da divulgação nos meios de comunicação, a partir de quinta-feira, 7, serão distribuídos à população cerca de 5 mil folhetos informativos sobre as mudanças no trânsito na região.

O diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, explica que o objetivo é melhorar a mobilidade na região e estimular o uso do transporte público. "O número de carros aumentou muito nos últimos anos e hoje não existe espaço para transitar com agilidade pelas vias se todos, ao mesmo tempo, circularem com seus veículos particulares. Nós não somos contra o uso do carro, até porque essa é uma realidade com a qual temos que conviver. Mas queremos que mais pessoas utilizem o transporte coletivo e que aquelas que optarem por essa mudança de hábitos sejam beneficiadas com agilidade e qualificação do transporte público", afirmou Cappellari.

As faixas horárias de operação foram definidas levando-se em conta a velocidade dos ônibus e volumes de tráfego. O corredor foi implantado à direita da via, com sinalização horizontal específica na cor azul e sinalização vertical regulamentando o uso. O projeto redefiniu o posicionamento das paradas com o objetivo de, junto com a faixa prioritária de circulação, dar mais velocidade à operação, reduzindo os intervalos, atrasos e tempos de deslocamento dos usuários. Todos os abrigos foram substituídos pelas Paradas Segura, com iluminação, piso especial, piso tátil, bancos e lixeiras.

No trecho do corredor prioritário, haverá 33 pontos de paradas, sendo 16 no sentido bairro-centro e 17 no sentido centro-bairro. Naquele eixo, operam 45 linhas do transporte coletivo, com 2,2 mil viagens, transportando 126 mil passageiros por dia. Com os 4,5 quilômetros, serão 60 quilômetros exclusivos para deslocamento de ônibus na Capital.

Possuem corredores exclusivos as seguintes vias: Bento Gonçalves, Protásio Alves, Osvaldo Aranha, Assis Brasil, Farrapos, Sertório, Baltazar de Oliveira Garcia, Cristóvão Colombo, Independência, João Pessoa, Érico Veríssimo e 3ª Perimetral.

Veja as regras para utilização do novo corredor da Zona Sul *

O horário de funcionamento do corredor é das 6h às 9h e das 16h às 20h. Veja como serão as regras de circulação para cada tipo de veículo:

Ônibus e Lotações
Devem trafegar somente na faixa da direita, demarcada como corredor preferencial e caracterizada com a pintura azul.

Carros, Táxis e Outros Veículos Motorizados
Devem trafegar fora do novo corredor de ônibus, rodando somente nas faixas do centro e à esquerda. Podem acessar o corredor prioritário sempre que forem realizar uma conversão à direita, bem como se o destino for acessar algum estabelecimento comercial ou particular, localizado próximo à nova faixa prioritária. Carros e táxis não podem, em hipótese alguma, permanecerem parados ou estacionados no corredor.

Bicicletas
Devem trafegar no corredor, que é a faixa mais à direita da via, junto ao meio fio. Todos os veículos devem sempre respeitar o ciclista e seu tempo de deslocamento, guardando uma distância mínima de 1,5 metros.

* Conforme normas do Código de Trânsito Brasileiro


/transito /transportecoletivo
Texto de: Lucas Barroso
Edição de: Vanessa Oppelt Conte
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário