sábado, 9 de março de 2013

Cidade de Pelotas é contemplada pelo PAC da mobilidade urbana

08/03/2013 - Prefeitura de Pelotas

O prefeito de Pelotas Eduardo Leite liberou nesta quarta-feira, 6 de março, a destinação dos R$ 95 milhões obtidos junto ao PAC Saneamento, Mobilidade e Pavimentação anunciado em Brasília durante a manhã pela presidente Dilma Rousseff e pelo ministro das Cidades Aguinaldo Ribeiro. A notícia foi dada em coletiva de imprensa no Salão Nobre do Paço Municipal pela vice-prefeita Paula Mascarenhas, no exercício da prefeitura, e por Eduardo, que falou direto de Brasília por vídeo-conferência do gabinete do deputado federal Nelson Marchezan Júnior. Participaram também do encontro o ex-prefeito Fetter Júnior, a secretária de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana (SGMU) Joseane Almeida, o superlotaintendente de Gestão Urbana da SGMU Guto King e o superintendente da Unidade Gerenciadora de Projetos (UGP), Jair Seidel.


Os recursos serão aplicados na pavimentação ou duplicação de vias estruturantes, como as avenidas Leopoldo Brod e 25 de Julho, corredores de ônibus de concreto e garantia de pavimentação asfáltica de todo o trajeto do transporte coletivo, e na requalificação de artérias importantes para desafogar do trânsito da cidade (veja a relação completa em anexo).

A presença de Pelotas no anúncio dos investimentos do novo PAC se deve aos projetos elaborados no governo do prefeito Fetter Júnior e às interferências do atual prefeito ocorridas antes e imediatamente após sua posse junto ao Ministério das Cidades.

"Esse anúncio é uma prova de que trabalho sério, planejamento integrado e persistência podem assegurar sempre resultados positivos para uma administração", enumerou Eduardo. "E isso só aconteceu porque lá atrás, o então prefeito Fetter estava organizado para pleitear os recursos", concluiu.

PROPOSTAS DO PROJETO DE MOBILIDADE URBANA DE PELOTAS

Valor Financiado: R$ 69.967.849,01

Valor de Contrapartida: R$ 3.682.518,36

Valor do Investimento: R$ 73.650.367,37

IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO:

Implantação em ruas do centro da cidade e nos bairros Fragata, Areal, Três Vendas Porto e Laranjal, de corredores em concreto, exclusivo para ônibus, ou pavimentação asfáltica de vias por onde circula o transporte coletivo com faixas de concreto nas paradas, para evitar a danificação do pavimento na freagem dos coletivos, travessias seguras, paradas com abrigos, alargamento de calçadas, ciclovias/ciclofaixas, qualificação de espaços urbanos para melhorar a circulação das pessoas, obras de acessibilidade, drenagem pluvial, rede de esgotos, sinalização viária e iluminação.

PRINCIPAIS INTERVENÇÕES:

1 - Implantação de 10 km de corredores de concreto exclusivos para ônibus nas ruas Fernando Osório, Marechal Deodoro e avenida Duque de Caxias. Desta forma prioriza-se o deslocamento dos coletivos evitando-se as atuais disputas por espaço entre os diversos modais, o que ocasiona as velocidades de deslocamento reduzidas. Na avenida Duque de Caxias a intervenção que será feita é a recuperação de um corredor de concreto já existente (4 km), mas sem condições de uso sem a reforma.

2 - Implantação de 20,5 km de ciclovias/ciclofaixas nas ruas Gomes Carneiro, Marechal Floriano e avenidas Duque de Caxias, Domingos de Almeida, Ildefonso Simões Lopes, Leopoldo Brod, Juscelino Kubitschek de Oliveira. Em complementação ao sistema já existente, busca-se criar uma rede de vias que permita o deslocamento entre os diversos bairros e o centro da cidade, visando o incremento do uso da bicicleta como meio de transporte.

3 - Pavimentação asfáltica e capeamento asfáltico de 25 km de vias, nas avenidas Domingos de Almeida, Juscelino Kubitschek de Oliveira, Duque de Caxias e ruas General Osório, Marechal Deodoro (trecho) e Gomes Carneiro (trecho) de forma a dar completa condição de trafegabilidade especialmente ao transporte coletivo.

4 - Acessibilidade e requalificação de espaços públicos, contemplando obras de acesso em diversos pontos integrando rotas acessíveis aos corredores culturais e comerciais aos pontos de chegada e saída das linhas dos coletivos, alargamento das calçadas da Praça Coronel Pedro Osório, Calçadão Central, Largo de Portugal, Canteiro Central da av. Saldanha Marinho, num total de 25.035 m², além de outros espaços já consolidados como o Mercado Público, Teatros Guarany e Sete de Abril.

5 - Implantação de 203 abrigos especiais de estrutura metálica, cobertura de vidro laminado e fechamento em vidro temperado, equipados com lixeiras e iluminação adequada. Estas estruturas serão implantadas nas seguintes vias: ruas Marechal Deodoro e General Osório, Três de Maio, Dom Pedro II e avenidas Duque de Caxias, Domingos de Almeida, Juscelino Kubitschek de Oliveira, Adolfo Fetter.

Informações: Prefeitura de Pelotas

Nenhum comentário:

Postar um comentário