sábado, 27 de outubro de 2012

Cidades de Gravataí e Cachoeirinha na Grande Porto Alegre ganharão corredores de ônibus na Flores da Cunha

24/10/2012 - Clic Tribuna

Toda a discussão em torno do Plano Setorial da Avenida Flores da Cunha, que derrubou a possibilidade de haver um corredor de ônibus, caiu por terra na última segunda-feira (21) quando a secretaria do Planejamento, Gestão e Participação Cidadã do Estado apresentou o projeto à diretoria de Mobilidade do Ministério das Cidades criando os corredores metropolitanos. O projeto foi elaborado pelo governo do Estado e faz parte da complementação da obra do metrô em Porto Alegre.

Gravataí terá 8,8 quilômetros de corredor e Cachoeirinha, 4,6. Esse corredor será ligado ao da Assis Brasil, numa extensão de dois quilômetros, da ponte até a estação do metrô nas proximidades da Fiergs. O investimento total na Região Metropolitana será de R$ 317,7 milhões e caberá aos municípios R$ 35,3 milhões. . Motoristas, contudo, vão passar novamente por transtornos com obras de preparação da pista exclusiva para os ônibus.

A proposta de um corredor de ônibus na Flores a Cunha não é nova. Há alguns anos foi apresentado o projeto da Linha Rápida, do Governo do Estado. A terceira ponte construída no acesso à cidade faz parte deste projeto.

Na época, entidades empresariais e comerciantes foram contra temendo haver prejuízos enormes para o comércio como ocorrer nas regiões onde corredores foram construídos em Porto Alegre. Durante o projeto do Plano Setorial da Flores da Cunha, essa possibilidade foi apresentada e descartada nas audiências púbilicas por uma posição contrária dos empresários. Desta vez, a determinação vem de cima e como faz parte do projeto do metrô será muito difícil impedir a construção.

O projeto será apresentado em audiências públicas em dezembro nas cidades de Cachoeirinha, Gravataí, Alborada, Viamão, São Leopoldo, Cachoeirinha, Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul e Esteio.



Enviado via iPhone

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Em Caxias do Sul, Linhas deixarão de ir direto ao centro com o novo Sistema Integrado de Troncalização

22/10/2012 - Folha de Caxias

A prefeitura de Caxias do Sul anunciou no sábado (20) o projeto do Sistema Integrado de Troncalização do Transporte Coletivo da cidade. A mudança deve ocorrer quando as estações de transbordo de passageiros Floresta e Imigrante entrarem em operação. O anúncio ocorreu no 36º Fórum Municipal do Transporte Coletivo Urbano, na sede da União das Associações de Bairro (UAB).

Com o novo sistema, as linhas do Desvio Rizzo, Forqueta, Cidade Nova, Santa Tereza, Cidade Industrial, Cidade Nova/Mariani, Verona via RSC-453 e Parque das Rosas deixarão de ir para o Centro, sendo direcionadas para a estação Floresta. Os ônibus que fazem os itinerários do Cruzeiro, Bela Vista, Plantalto/Santos Anjos, Pena Branca, De Zorzi, Planalto/São Victor, Vila Leon, Vila Mary, Leon/Cruzeiro, Vitória, via BR-116 e Campos da Serra, se dirigem a estação Imigrante. Nestes casos, mesmo utilizando duas linhas para ir ao Centro, o passageiro pagará apenas uma passagem.

O Sistema Integrado de Troncalização do Transporte Coletivo vai substituir o atual modelo por um mais moderno, o que deve garantir um serviço de transporte coletivo mais ágil e eficaz. Além disso, o trânsito no centro da cidade deve descongestionar.


Enviado via iPhone